1

Para Refletir...

"A questão mais aflitiva para o espírito no Além é a consciência do tempo perdido." - Chico Xavier

 
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

DESCOBRIMENTO DA TERRA DE VERA CRUZ

cap2No dia 9 de março de 1500, partindo do rio Tejo, fez-se ao mar a grande esquadra de Cabral, com destino às Índias. A frota era constituída de treze navios, algumas caravelas e duas embarcações, conduzindo a bordo cerca de 1 .200 participantes. Já em alto mar, Cabral pensa no seu desejo de alcançar a terra desconhecida do hemisfério sul, criando assim a sintonia necessária com os planos do mundo invisível. Henrique de Sagres aproveita essa oportunidade, e, sob a sua influência, as noites de Cabral são repletas de sonhos reveladores e, sob o impulso de uma orientação imperceptível, as caravelas abandonam o caminho das Índias.

Há em todos uma angustiosa expectativa, mas a assistência espiritual lhes traz ânimo e esperança. Algum tempo depois, notam-se nas ondas folhas, flores e perfumes. Eram os primeiros sinais de terra próxima. Horas depois, Cabral e sua gente são recebidos como irmãos, na praia extensa e acolhedora, pelos habitantes dessa Terra. Estava descoberta a Terra que seria um dia o Coração do Mundo, Pátria do Evangelho.
Continuando o seu relato, o espírito Humberto de Campos nos fala de acontecimentos completamente ignorados pela história humana. Conta-nos que, enquanto Cabral adentrava à terra descoberta, conhecendo a sua gente, as suas riquezas, no Mundo espiritual reinava uma alegria intensa em todos aqueles que participaram do advento da Pátria do Evangelho.
Dias após, o Mestre Jesus fazendo-se presente à uma das assembleias espirituais, dirigindo-se a outro dos Seus elevados mensageiros, falou com doçura: -"Ismael, doravante sejas o zelador dos patrimônios imortais que constituem a Terra do Cruzeiro. Recebe-a nos teus braços de trabalhador devotado da minha seara, como a recebi no coração, obedecendo a sagradas inspirações do Nosso Pai (...) Para aí transplantei a árvore da minha misericórdia e espero que a cultives com a tua abnegação e com o teu sublimado heroísmo..."
(Xavier Francisco Cândido, op. cit.1996) Ismael é um nome bastante conhecido no mundo espírita. Ele é o Guia Espiritual do Brasil, e conforme afirma Humberto de Campos, essa missão ele a recebeu diretamente de Jesus. O seu lema é: "DEUS, CRISTO E CARIDADE".
Conta ainda o autor espiritual que, nesse mesmo instante, a frota de Cabral abandona as águas da Baía de Porto Seguro, continuando a sua viagem, e na praia, choram desesperadamente, dois dos vinte párias sociais condenados ao exílio. Enquanto os homens do mar se afastavam levando amostras das riquezas encontradas na nova terra, os dois infelizes se lastimavam sem consolo e sem esperança. De repente, um dos condenados avança para uma frágil embarcação indígena, que nenhuma proteção oferecia, e se faz ao mar. "Seus olhos inchados do pranto, contemplam as duas imensidades, a do céu e a do mar, e esperando na morte o socorro bondoso, exclama: -"Jesus, tende piedade! Sou inocente, Senhor, e padeço a tirania da injustiça dos homens. Enviai a morte ao meu espírito." (Xavier, Francisco Cândido, op. cit. 1996, p 39) Nesse instante, sente que uma luz estranha lhe nasce no íntimo, e uma esperança se apossa de sua alma, e como por milagre, a frágil e rústica embarcação, que sob o seu impulso, momentos antes, navegava rumo ao infinito, inesperadamente passa a navegar em sentido contrário, regressando celeremente à praia distante. O furor das ondas não foi suficiente para arrebatá-la. Uma força misteriosa a conduz em segurança à terra firme. Afirma-nos o autor espiritual que, salvando esse nosso irmão infeliz, desesperado, buscando a morte, Ismael realiza o seu primeiro trabalho nas Terras do Cruzeiro, em favor daqueles que acabara de receber sob a sua proteção.
Esses nossos irmãos, que para cá vieram banidos injustamente do seu país, eram inocentes naquela existência.

Porém, por culpas do passado mereciam o castigo que receberam. Se eles cumpriram o seu resgate, vivendo as experiências da humilhação, da dificuldade, da opressão e da dor, com certeza foi porque foi nesse ponto que eles infringiram a Lei Divina. É a Lei do Retorno, a Lei de Causa e Efeito. É o conhecimento dos atributos divinos que nos dá esta certeza. Deus é a Justiça Infinita, e nessa condição, toda ofensa à Sua Lei é merecedora de resgate.


A Missão do Brasil como Pátria do Evangelho
Célia Urquiza de Sá
(À luz da obra "Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho",
de autoria de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito Humberto de Campos.)

Artigos Relacionados:
A missão do brasil como pátria do evangelho. -VIII (5794 Acessos)
CONSIDERAÇÕES FINAIS. Diante do exposto, a que conclusão chegamos? Somos o Coração do Mundo, Pátria do Evangelho? Ou não somos?...
A missão do brasil como pátria do evangelho. - VII (4872 Acessos)
FEDERAÇÃO ESPIRITA BRASILEIRA O Brasil já contava com várias sociedades espíritas prestigiosas, mas contrariando as instruções do...
A missão do brasil como pátria do evangelho. - VI (3666 Acessos)
O SÉCULO XIX. O século XIX, entre outros acontecimentos, nos trouxe o Consolador prometido por Jesus. Façamos aqui um parêntese, a fim...
A missão do brasil como pátria do evangelho. - V (3688 Acessos)
O MOVIMENTO ABOLICIONISTA Em todas as outras nações do continente americano, a escravidão já havia sido abolida. Só nós os...
A missão do brasil como pátria do evangelho. - IV (3127 Acessos)
INCONFIDÊNCIA MINEIRA Estamos no reinado de D. Maria I, a Piedosa, a qual, escravizada ao seu fanatismo religioso e ás opiniões dos...


Adicione este artigo nas suas redes sociais!