1

Para Refletir...

"A caridade o processo de somar alegrias, diminuir males, multiplicar esperanas e dividir a felicidade para que a Terra se realize na condio do esperado Reino de Deus." - Emmanuel

 
Erro
  • XML Parsing Error at 1:102. Error 9: Invalid character
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

A biblioteca do Grupo da Fraternidade Leopoldo Machado, com o intuito de promover a difuso da Doutrina Esprita e a transformao do individuo pela leitura, possui um acervo de livros, peridicos e obras de referncia nos diversos ramos do conhecimento, principalmente espritas e espiritualistas. Seu acervo aberto aos freqentadores da casa, bem como ao pblico em geral, que funciona na sua sede, no 1 andar.
So vrios ttulos que esto disposio, desde romances medinicos, literatura infantil, mensagens e reflexes at os mais variados assuntos tericos para estudo da doutrina, como Cincia, Filosofia e Psicologia luz do Espiritismo, Mediunidade, Decodificao Esprita, Conduta de Vida, Obsesso/Desobsesso, Reencarnao, Obras de Andr Luiz, Joanna de ngelis, entre outros. Possumos tambm uma relao de indicaes de leituras esprita, nos diversos assuntos acima mencionados.
No momento, estamos fazendo um levantamento do acervo para em breve, informatiz-lo. As pessoas que se interessam pelo Espiritismo, e queiram pegar livros para emprstimos, ser necessrio um cadastramento, com informaes pessoais, uma foto 3X4, comprovante de residncia e identidade para o preenchimento da Ficha Cadastro.

 

Curiosidades

Sendo a biblioteca o conjunto de documentos impressos e no impressos, ordenados para estudo, pesquisa e consulta, suas principais funes so: reunio seleo, aquisio, registro e conservao dos documentos, organizao classificao, catalogao e preparao dos itens para disponibiliz-los aos usurios, e disseminao da informao consulta, pesquisa, emprstimo, servios de referncia.
A biblioteca mais antiga de que se tem notcia pertencia ao Rei Assurbanipal (Sc. VII A. C. ), porm a mais famosa biblioteca da antiguidade foi a de Alexandria, no Egito, que data do sculo IV a. C., possuindo manuscritos em rolos de papiros. As bibliotecas da Antiguidade s estavam disponveis aos reis e sacerdotes, nicos que sabiam ler e escrever. Com o advento da imprensa, as bibliotecas deixaram de ter a funo de guarda e se tornaram servios, principalmente depois das Revolues Francesa e Industrial, que tiveram importante papel no sentido de incentivar o acesso do pblico aos livros, antes restritos aos nobres.
Nessa nova fase, a biblioteca passa a exercer uma funo social e educativa, beneficiando todos os indivduos, sem distino de sexo, idade, cor, raa e religio, tornando-se fundamental para a organizao e recuperao informacional dos registros contidos nos documentos.Atualmente, passamos por um processo de transformao mundial, em nveis cientfico, tecnolgico, social, cultural e espiritual, fazendo com que todos os indivduos tenham necessidade de acessar conhecimentos. Na era do computador, com a INTERNET unindo homens dos diversos pontos do planeta, torna-se indispensvel organizar esse acervo de conhecimentos, alimentando e disponibilizando as informaes por meio de redes.


Adicione este artigo nas suas redes sociais!
 

Seja Bem Vindo!