1

Para Refletir...

"A Terra é uma embarcação cósmica de vastas proporções e não podemos olvidar que o Senhor permanece vigilante no leme." - Emmanuel

 
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 

Do livro A Missão do Brasil como Pátria do Evangelho

livroAcabo de ler o texto em que Célia Urquiza faz uma análise em profundidade do livro BRASIL, CORAÇÃO DO MUNDO, PÁTRIA DO EVANGELHO, do Espírito Humberto de Campos, psicografado pelo médium Francisco Cândido Xavier. Como enfatizou ela, no início de seu trabalho , trata-se de um estudo, cujo objetivo foi apresentar uma leitura do livro acima referido. Célia Urquiza soube estruturar o seu texto em nível de tese de Mestrado, a que não faltaram espírito crítico, argumentação lúcida e exegese segura na apreciação da obra.

E vem a grande indagação: o Brasil é mesmo o coração do mundo e a pátria do Evangelho? A Espiritualidade Maior teve participação direta nos acontecimentos históricos do nosso país, desde o seu descobrimento até a Independência ? Jesus esteve presente a esses significativos eventos? Não seria um privilégio a escolha do Brasil como a nova seara, onde a árvore do Evangelho encontrara terreno fértil? A escravidão imposta aos africanos, arrancados á força de suas terras para trabalharem em nossas lavouras teria sido um fato isolado, sem nenhum comprometimento com o passado? Não estaria aí funcionando a lei de causa e efeito? A autora do texto responde a essas indagações com muita lucidez dentro dos ensinamentos da Doutrina Espírita. Usando uma linguagem clara e simples. Célia Urquiza aborda com muito equilíbrio o tema proposto pelo livro de Humberto de Campos. O grande personagem de nossa história, o infante D. Henrique, a quem se diz ser a encarnação de Helil e que andou dialogando com Jesus a propósito da nossa formação histórica, foi bem ressaltado pela autora do texto. Mas o Brasil é mesmo a pátria do Evangelho? Persiste a pergunta. Os fatos e as circunstâncias comprovam essa assertiva. O Brasil, cuja configuração geográfica tem a forma de um coração, é habitado por um povo tradicionalmente de índole pacífica. Aqui nunca assistimos a guerras de conquista. A nossa formação étnica deveu-se à miscigenação de três raças: o branco, o negro e o índio. Enquanto no resto do continente houve fragmentação, o nosso país manteve sua integridade territorial.

Portugal, um país pequeno e desarmado, soube defender nosso território das invasões de países muito melhor armados, a exemplo da França e da Holanda. Como explicar o "milagre"? O nosso próprio chão jamais se rebelou. Não temos, aqui, maremotos nem terremotos. Todos esses argumentos foram bem aduzidos por Célia Urquiza. Tiradentes, o mártir da Independência, teria sido um inquisidor em vidas passadas? Mas o seu trabalho não se limita ao texto do livro.
Ela ampliou o seu estudo, traçando uma panorâmica do movimento espírita no mundo, desde o fenômeno mediúnico das Irmãs Fox, passando por Kardec e desembocando na Bahia, berço da nossa nacionalidade e onde surgiu o primeiro centro espírita e o primeiro jornal anunciador da nova e consoladora Doutrina, importada da França. A Bahia de todos os santos se transformou, assim na Bahia de todos os credos religiosos. Célia Urquiza não se esqueceu da Federação Espírita Brasileira, a Casa Máter do Espiritismo, que com o seu REFORMADOR, órgão da instituição, vem divulgando a Doutrina Consoladora, sem esquecer a sua editora, a quem devemos a multiplicação de livros, em sua maioria psicografados pelo lápis humilde de Francisco Cândido Xavier.

Repetindo: o Brasil é a pátria do Evangelho? A autora do texto responde sem tergiversar: o nosso país ainda não é a Pátria do Evangelho. Tal resposta não discrepa da afirmação de Humberto de Campos. Um dia, o nosso país será um modelo de espiritualização, no mundo. Como diz o poeta paraibano Eudes Barros, num inspirado poema, Jesus aqui será crucificado numa cruz de estrelas. Vale a pena encerrar nosso comentário com esta significativa frase de Célia Urquiza: "Fazemos parte de um concerto onde cada nação é uma nota na Sinfonia Divina." Uma visão cósmica e holística da vida.

Carlos Romero

Artigos Relacionados:
Estudo da Obsessão (5117 Acessos)
O que é a Obsessão? No Movimento Espírita existe muita confusão a respeito do que seja a obsessão e de como se caracteriza. Um dos...
Estudo do "Novo Testamento" nos grupos espíritas (1722 Acessos)
(Comentários referentes ao tema levantado no Boletim 406 pela pergunta do Daniel) A Doutrina Espírita, como todos sabem, nos traz a...
A Imperiosa Necessidade do Estudo das Obras Básicas (775 Acessos)
Editorial O ser humano em todas as épocas sempre se deparou com inúmeros obstáculos em sua ânsia por auto conhecer-se, bem como...
Dicas de Estudo (667 Acessos)
Planejamento inicial. Período: de 27/11/2000 a 7/01/2001 – (6 semanas de estudo) Período: de 08/01/2001 a 13/01/2001 –...
A Necessidade do Estudo (647 Acessos)
"Quanto mais se agiganta a civilização na Terra, mais amplamente predomina o estudo na extensão do progresso geral. Cientistas e...


Adicione este artigo nas suas redes sociais!